Adaptação da arte original de Militão Queiroz

No próximo sábado, dia 29 de setembro, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) convida as entidades filiadas a somarem força às mobilizações contra o machismo, a homofobia, o feminicídio, o racismo e as demais violências propagadas no país. A iniciativa, que partiu das integrantes da página “Mulheres contra Bolsonaro” e “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”, iniciada nas redes sociais, logo se transformou em grande manifesto nacional, e fora do país, contra o discurso de ódio do presidenciável do PSL-RJ, de extrema direita, que ganhou notoriedade com declarações criminosas sobre mulheres, negros e LGBTs.

Nestas eleições queremos candidatos comprometidos com a democracia e com a educação pública, laica e de qualidade. Dentre outras barbaridades, o candidato das trevas propõe a descabida troca da educação presencial pela educação à distância, em todos os níveis de ensino. É por isso que aderimos ao ato #EleNão, que vai acontecer amanhã (29) em todo país! Participe você também! Acesse nosso instagram.